Filtros

Social

Imagens / 23 Março 2017

Há três anos, o casal americano Brandon e Jennifer Pratt, decidiu aumentar a família, optando pela adoção. O primeiro passo foi procurar informações sobre o processo, que em alguns países pode demorar anos a ficar concluído.

Como estavam familiarizados com a cultura do Brasil, visto que a irmã de Jennifer casou com um brasileiro, decidiram entrar com um pedido nesse país. Informaram logo que dariam preferência a adoção de irmãos, pois gostariam de ter mais de um filho. "Nós optamos por adotar irmãos, pois sabíamos da dificuldade do processo de adoção e queríamos passar por tudo isso de uma só vez", explicou Brandon.

O casal contratou uma agência para ajudá-los no processo, que demorou cerca de 2 anos e meio a ficar concluído. Durante este período, procuraram por uma família de irmãos, até encontrarem Leandro, Cristiano, Enzo e William, que tem entre 2 e 6 anos.

Os irmãos viviam num orfanato em Recife, Pernambuco, pois a mãe das crianças perdeu a guarda por negligência. Após um período de adaptação obrigatório de 30 dias, a família mudou-se para os EUA no dia 22 de dezembro do ano passado.

Brandon conta que, apesar de chegarem aos EUA sem falar inglês, os meninos tiveram uma boa adaptação. Hoje, poucos meses depois da adoção, já estão integrados com a nova rotina na escola e em casa, além de já terem progredido rapidamente no inglês.

"Estamos sempre atentos para oferecer aos meninos a maior quantidade de experiências possíveis. Nós vimos um grande progresso no idioma logo que chegamos aos EUA. Eles são meninos fáceis de lidar e a adaptação está a ser bem mais fácil do que imaginávamos", contou Brandon.

Vídeos / 23 Março 2017

O tratador de cavalos inglês Nick Bull passou por uma experiência que certamente não vai esquecer tão cedo, depois de levar o Shamrock, um ex-cavalo de corrida, para um passeio. O animal a certa altura, talvez por querer reviver os tempos em que era um cavalo de corrida, inesperadamente começou a correr livremente caminho fora.

Ao longo do "passeio" Nick tentou manter o equilíbrio e agarrava-se o mais que podia ao cavalo, ao mesmo tempo que lhe pedia para parar... mas foi em vão, pois o pobre homem acabaria mesmo por cair.

Para além da alucinante experiência, Nick ainda ficou com alguns ferimentos ligeiros devido à queda, já o cavalo teve apenas um momento de diversão sem sofrer qualquer lesão.

Vídeos / 23 Março 2017

Um funcionário do McDonald's de Doral, na Florida, chamado Pedro Viloria, virou herói após socorrer uma mãe que estava a fazer um pedido no McDrive. Ele preparava-se para entregar o pedido até que a senhora começou a ter um ataque respiratório. Com os filhos a gritar dentro do carro, Pedro teve a reação imediata de sair pela janela. De seguida, travou o carro e disse às crianças para ligarem para o 112.

Um bombeiro e um paramédico que estavam no restaurante também ajudaram Pedro. Mais tarde, revelou que nunca entrou em pânico e o cérebro dele estava apenas em modo "herói".

Vídeos / 23 Março 2017

O cineasta britânico de surf, Tim Boydell, realizou uma curta-metragem magnífica chamada "Dreamers of Dreams" que é uma viagem pela poderosa e fascinante paisagem marítima da Nazaré. Acompanhada pelo poema de Ode de Arthur O'Shaughnessy, esta curta-metragem fala das ondas monstruosas e de um Oceano que troveja, que nem todos os humanos têm a coragem de encarar.

O resultado ficou esplendoroso... vale a pena ver!

Imagens / 23 Março 2017

Este menino de 8 anos, chamado Abushe, mora no sul da Etiópia, na África, e sofre da Síndrome de Waardenburg, que entre alguns sintomas e alterações dá uma pigmentação azul brilhante à íris dos olhos.

Estima-se que esta doença seja também responsável por 3% dos casos de deficiência auditiva infantil em todo o mundo.

Fotografado por Eric Lafforgue, o pequeno etíope impressiona com a sua aparência rara e bonita. Até os seus pais ficaram surpresos ao descobrir os seus olhos azuis. Todos tinham medo que ele pudesse ficar cego. Muito pobres, não podiam pagar por um médico, então tiveram que esperar longos meses para entender que a criança via perfeitamente. Algumas crianças frequentemente o perseguem por causa dos seus olhos, chamando-o de "olhos de plástico".

Clica aqui para ver tudo...

Vídeos / 23 Março 2017

Kelly Beam foi convidada pela sua irmã grávida para ir com ela fazer a ecografia da 20ª semana, revelando estar ansiosa por saber o sexo do terceiro filho da sua irmã Jill. A tia previa que o bebé seria uma menina, mas esperava que fosse um menino.

Na verdade havia um menino, mas Jill e o marido não a informaram que estava grávida de gémeos, pois sabiam que Kelly ficaria encantada com a surpresa.

No ecrã, a tia babada ria das imagens do bebé, até que viu o que pareciam ser duas cabeças. Quando confirmaram que ela estava a ver gémeos... explodiu de emoção.

Confere este momento divertido! smiley

Vídeos / 23 Março 2017

Existem médicos que fazem de tudo para que os seus pacientes se sintam um pouco melhores com um tratamento ou consulta. Exemplo disso é o pediatra brasileiro Paulo Martins, do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, no Brasil, que aparece neste vídeo a cantar e a tocar para uma criança em tratamento. Nas imagens, é nítida a cara de felicidade da menina e do pediatra.

Este médico muitas das vezes ainda costuma trabalhar com roupas alusivas a super-heróis para assim reforçar e melhorar a relação entre ele e as crianças.

Não há remédio melhor do que o amor e o carinho... e este médico leva isso muito a sério!

Vista Post a Post: Anuncio Paginação

Páginas